Mix de produtos para supermercados: como alcançar os melhores resultados!

Criado em 1 de julho min(s) de leitura

Última atualização em: 24 de janeiro de 2023, às 2:20 pm

como criar um mix de produtos ideal para supermercados

A escolha do mix de produtos de um supermercado é uma tarefa essencial e indispensável no trade. Se bem executada, impacta diretamente no retorno positivo da sua marca. 

É comum que alguns PDVs não comercializem toda a linha de produtos. Isso está totalmente ligado às diferentes estratégias que envolvem localização do supermercado, público alvo e até datas sazonais.

Ter um mix de produtos bem definido e alinhado à proposta da sua marca e dos supermercados que você atende garante benefícios como aumento do ticket de vendas, mais satisfação para shoppers e maior vantagem competitiva. 

Além de uma boa estratégia, é preciso que se faça uma boa execução. Quanto tempo sua equipe demora no planejamento e na aplicação do mix nos supermercados? O uso da tecnologia é um grande fator no desempenho da execução de um mix de produtos. Um software de trade pode te fazer economizar em até 90% o tempo de manutenção de tarefas para sua equipe de campo. 

Para te auxiliar a alcançar melhores resultados, reunimos neste conteúdo:

  • O que levar em consideração ao definir o mix de produtos de um supermercado;
  • Como criar um mix de produtos ideal para supermercados que sua marca atende;
  • Como trabalhar o mix em datas sazonais;
  • De que forma a tecnologia apoia o mix de produtos.

Antes de continuar a leitura, vale lembrar que o mix de produtos é a diversidade de itens (SKUs) dentro de uma categoria de produto, como uma espécie de cardápio do que sua marca oferta. Diferentemente de sortimento, que é o conjunto de categorias dos produtos. Um complementa o outro mas são coisas diferentes, beleza?

O QUE LEVAR EM CONSIDERAÇÃO AO DEFINIR O MIX DE PRODUTOS DE UM SUPERMERCADO

Quando pensamos num supermercado cheio de produtos, com muitos concorrentes e disputas por atenção das pessoas que compram, shoppers, a solução parece simples: um mix de produtos gigante resolve tudo. 

Seria ótimo, não é mesmo? Mas não funciona assim.

Sem um planejamento, o mix fica extenso mas não necessariamente competitivo. Além de não atrair shoppers com assertividade, pode gerar uma confusão de informações com a sua marca na gôndola e um trabalho extra e desnecessário para promotores de vendas.

Antes de chegar a qualquer conclusão sobre o seu catálogo, é preciso ter consciência de que não há uma fórmula mágica para o mix ideal. Mas um olhar atento para os itens abaixo já é um grande passo para a escolha do mix.

Localização do PDV 

Certos produtos podem vender melhor em diferentes regiões. Por isso, é importante ficar de olho se o seu mix está de acordo com os hábitos de compra e o consumo das pessoas na localização do supermercado que você investe.

Perfil da loja

Diferentes bandeiras podem focar em tipos de produtos distintos. Por exemplo, supermercados voltados para produtos importados, orgânicos ou atacado. Ocorre uma variação na busca por tipos de produtos específicos.

Público alvo 

É bem complexo pensar em oferecer um produto que supra as expectativas de shoppers e consumidores de uma forma muito ampla. Por isso, é importante olhar para quem seu produto foi feito e se este público alvo está presente no supermercado que você deseja atuar. Caso contrário, seu produto vai ficar parado na prateleira. Neste conteúdo, reunimos dicas para definir o público alvo de um produto.

MIX DE PRODUTOS IDEAL PARA OS SUPERMERCADOS QUE VOCÊ ATENDE

A escolha do mix de produtos está totalmente ligada a saber para quem vender, onde vender e quando vender. Separamos alguns itens que são os ponto iniciais para avaliar e, a partir dessa análise, criar um mix de produtos ideal para supermercados que você atende:

O que a concorrência oferece

Olhar para as ações do concorrente não quer dizer que você deva copiar o que está sendo feito. A ideia é entender o que funciona bem e o que precisa de melhorias. Preços, o que faz parte do mix, embalagens e disposição deles nos PDVs.

Histórico de vendas

O que deu certo e o que deu errado no mesmo período do ano anterior? Quais são os fatores que fizeram você ter que aumentar ou diminuir o seu mix? É essencial saber quais itens têm mais saída e quais têm giro baixo. Nossa dica é utilizar todos os dados coletados com um software de trade, como o Involves Stage.

Comportamento e jornada de compra local 

Tenha uma análise com shoppers como foco. Saber como seu público-alvo, que já foi definido, se comporta em diferentes PDVs e qual a jornada de compra do supermercado em que sua marca atua facilita na hora de montar as ações do mix de produtos.

Ciclo de revisão do mix 

Defina um período para reavaliar o seu mix. Os produtos do mix atual estão com bom desempenho em supermercados específicos? Quais outros produtos podem ter maior potencial de venda neste novo período? Quais continuam? Faz sentido continuar com a estratégia atual? Estas são algumas perguntas que devem fazer parte da rotina de revisão do mix.

Acompanhar indicadores do PDV

Após definir o mix de produtos de um supermercado que seja ideal para a sua marca, o trabalho não pode parar! Ter em mãos o desempenho dos produtos que estão nas gôndolas e saber qual a hora de atuar deve se tornar parte da sua rotina.

Acompanhar tempo de estoque e taxa de ruptura são indicadores que te auxiliam a ter o controle efetivo das ações de trade e o tempo de execução das estratégias de forma certeira.

COMO TRABALHAR SEU MIX EM DATAS SAZONAIS

A data sazonal é um período entre uma determinada época ou estação do ano e tem impacto nas vendas. São nesses momentos que a indústria aproveita para testar e até ampliar, ou reduzir se for mais assertivo, seu mix. 

Um exemplo prático de data sazonal é o período de São João. Os supermercados ficam lotados de pontos extras e a variedade do mix de paçocas, pipocas, vinhos e doces aumenta. Identificar datas importantes é uma oportunidade para criar e testar novas estratégias.

É importante saber que, dependendo da categoria, o impacto pode ser tanto positivo quanto negativo. Não tem como vender grandes quantidades de protetor solar no inverno, não é?! Por outro lado, a venda de vinhos aumenta. Ambas estratégias precisam ser repensadas: para gerar oportunidade de aumento de vendas e explorar o mix ou para não perder as vendas.

Seja para atender uma época de grande demanda ou aproveitar a oportunidade para dar vazão a um produto sem giro, o departamento de trade marketing precisa, obrigatoriamente, a criar uma agenda para diferentes ações.

CONTROLE DO MIX COM USO DA TECNOLOGIA

Um dos maiores desafios do trade marketing é ter uma estratégia de segmentação eficiente. No Involves Stage, a equipe de trade marketing conta com uma funcionalidade que dá agilidade nos cadastros, mantém dados atualizados e precisos, otimizando a coleta de informações relevantes em cada ponto de venda.

A agência Smollan iTrade utiliza o Involves Stage para as ações de trade de seus clientes e para o gerenciamento de mix de produtos. Alyne Gomes, analista de inteligência da Smollan iTrade, nos contou que há solicitações de mix personalizados em grande volume para a agência gerir.

A Alyne foi uma das clientes que participaram dos primeiros testes para desenvolver o Mix de Produto no Involves Stage, que a partir de estudo com seus clientes percebeu a dificuldade que as equipes de back office enfrentam na hora de relacionar todos os segmentos de PDVs que atendem e o portfólio de produtos de suas marcas.

Um exemplo da operação foi quando a agência percebeu a necessidade de cadastrar mais de mil tarefas diferenciadas de mix para o time de campo. Criar a primeira tarefa de forma manual, iria demandar muito tempo, sem contar na manutenção de mês a mês. Com a nova funcionalidade do Involves Stage, desses mais de mil agendamentos de tarefas, ela passou a fazer apenas um.

“Com o novo mix de produtos, em 15 minutos você faz a importação das tarefas para a equipe de campo. Ficou muito fácil o processo de atualização. Colocar as informações no template que o Involves Stage disponibiliza, pelo menos pra mim, é muito simples, muito fácil. Tanto a configuração quanto a atualização do mix é simples”, garante Alyne.

O agendamento de tarefas para as equipes externas é realizado no Involves Stage:

mix de produtos de um supermercado

E você, como você está olhando e gerenciando seu mix de produtos? Conta pra gente!

Esperamos que nossas dicas te ajude a construir um mix de produtos ideal de um supermercado e que a tecnologia faça parte da sua rotina. Afinal, os dados são os melhores amigos das estratégias de trade!

CTA aplicativo de trade marketing

Quer ter acesso a conteúdos exclusivos?

Inscreva-se para receber por e-mail e em primeira mão conteúdos sobre Trade Marketing e Varejo

Teste de Título Publicidade 1

Um parágrafo sensacional para esta propaganda linda.

Reserve já :D

Siga meu canal :D

Aqui falamos de games e bitcoins

CTA chamativo

Soluções para o Varejo

Ver todos arrow_forward