Sortimento com Reconhecimento por Imagem

Criado em 6 de abril 5 min(s) de leitura

Última atualização em: 2 de fevereiro de 2023, às 8:13 pm

Faça-o-sortimento-de-produtos-usando-o-Reconhecimento-por-Imagem-Involves Club

Quando falamos em trade marketing, a tecnologia é sempre uma aliada para melhorar processos e substituir atividades manuais que levam mais tempo para serem executadas. 

A coleta de informações no PDV, por exemplo, é uma tarefa que deve ser feita constantemente, e aproveitar a Inteligência Artificial como ferramenta para agilizar esse procedimento é uma tendência que deve ser seguida pelas marcas que querem vender mais. 

Nesse sentido, usar as  estratégias de Reconhecimento por Imagem para ter dados em tempo real melhora a agilidade em campo, aumentando a confiança entre indústria e varejo, principalmente quando falamos em sortimento de produto.

Sabemos que a  atuação dos promotores de vendas ainda é muito manual, por isso, ter um sistema que possibilita automatizar os processos ajuda a tornar a rotina desses profissionais mais dinâmica, sobrando tempo para outras tarefas mais estratégicas para a indústria.

Quando falamos de pesquisas manuais, a informação aproveitada pode chegar somente a 30%, devido a inconsistências e falhas humanas. Já os dados coletados com Inteligência Artificial, aproveitam mais de 93% das informações recebidas. É muita diferença!

Você já parou para pensar quantas informações são perdidas devido a falhas e equívocos durante a execução no PDV? Além do tempo perdido, há mais chances de ter prejuízo. Com o Reconhecimento por Imagem, por exemplo, basta tirar uma foto da gôndola para ter dados de diversos indicadores de forma automatizada.

Continue lendo para descobrir como fazer seu sortimento de produtos usando essa tecnologia.

Estratégia de sortimento de produtos

Conceito fundamental no trade marketing, a execução é muito importante para o sucesso no PDV. Ou seja, garantir a disponibilidade de um produto no momento certo, que é quando o shopper precisa dele. 

Com isso, é importante que a organização de toda a cadeia que faz isso acontecer, desde o planejamento até a exposição dos produtos, esteja alinhada para atingir os objetivos definidos.

A análise de sortimento é uma forma da indústria e do varejo entenderem o comportamento dos consumidores e assim melhorar suas estratégias. 

Ao usar dados confiáveis sobre o desempenho de diferentes categorias de itens, é possível ser mais assertivo na definição do mix de produtos.

Uma das regras de execução mais importante é não lotar as gôndolas com itens que o shopper não quer. Ao mesmo tempo, é fundamental oferecer variedade na oferta e garantir que o cliente encontre o que está buscando. 

Assim, alcançar o equilíbrio entre essas duas necessidades é o grande desafio de vendas da maioria das indústrias. 

Sortimento x Mix de Produtos

Primeiramente, é importante diferenciarmos esses dois termos que muitas vezes se confundem, mas são diferentes.

O sortimento de produtos pode ser definido como o conjunto de categorias que são comercializadas por uma indústria, ou seja, é a seleção de produtos disponíveis em cada PDV. 

Por meio do sortimento, o cliente tem a percepção da variedade de determinado produto que o estabelecimento oferece. Para defini-lo, são consideradas informações relacionadas a público-alvo e papel da categoria. 

Porém, o que acontece é que muitas pessoas confundem o sortimento com o mix de produtos. Este, por sua vez, é o conjunto de mercadorias que está dentro das categorias. Esse conceito está relacionado à diversidade de itens que uma empresa disponibiliza, ou seja, todos os produtos fabricados e disponibilizados para venda. Sua distribuição, porém, varia de acordo com canais e regionais.

Tenha um sortimento de produtos eficiente

Para vender mais, é importante ter um sortimento de produtos eficiente. Para isso, você deve: 

  • Defina com quantos tipos e marcas vai trabalhar: um sortimento perfeito  é aquele que oferece ao shopper o que ele precisa. Por isso, o primeiro passo é definir quantos tipos e marcas de produto a empresa consegue trabalhar;
  • Considere o tamanho do PDV: o tamanho da loja, layout e gôndolas devem ser levados em consideração na hora de estruturar o sortimento, para que assim os produtos sejam expostos da melhor forma;
  • Avalie a sazonalidade: cuide de pontos importantes como o calendário promocional, época do ano e localidade da loja. Faça adequações frequentes e retire itens que podem estar ocupando espaço desnecessário por estar fora de época;
  • Tenha um mix de produtos bem definido: defina se a loja é conhecida por ser mais generalista (possui mais categorias e menos variedade de produtos) ou mais especialista (menos categorias, mais variedade de produtos). 
  • Leve em consideração a região e poder aquisitivo do shopper: tenha um mix de produtos que conversa com a região e o poder aquisitivo do shopper que frequenta aquele PDV. Por exemplo: lojas situadas em regiões mais abastadas podem investir em produtos importados, especiais e diferenciados. 

Como fazer o sortimento de produtos usando a tecnologia de Reconhecimento por Imagem

A Inteligência Artificial vem sendo usada no varejo para solucionar diversos problemas, entre eles a dificuldade que as indústrias têm de acessar informações precisas e em tempo real dos pontos de venda.

Para que o sortimento de produto seja um diferencial competitivo, utilizar softwares especializados que coletam dados mais assertivos, se torna essencial.

Lembrete: Só conseguimos melhorar a execução no PDV quando podemos medi-la! 

Para fazer a análise de sortimento, é necessário coletar o máximo de informações possíveis e processar esses dados para gerar insights que ajudem na melhoria do trabalho da equipe que está em campo.

O uso da tecnologia facilita a gestão do sortimento no ponto de venda. E isso ocorre não só por oferecer uma visão completa de cada PDV em tempo real, mas também para garantir melhorias que impactam em mais vendas.

Ações simples como fotografar uma prateleira com o smartphone usando um software especializado, é o suficiente para trazer mais agilidade em tarefas rotineiras. 

Usar o Reconhecimento por Imagem ajuda os promotores a gastar menos horas com anotações, contas e relatórios que geralmente são feitos manualmente. Também é possível reduzir falhas e confusões na coleta de campo.

Com este recurso, é possível identificar:

  • Presença na prateleira
  • Ruptura de produtos
  • Demonstração de share de gôndola
  • Alinhamento com o planograma
  • Análise da concorrência

O Reconhecimento por Imagem traz benefícios importantes, como:

  • Otimizar o trabalho de equipes em campo

O tempo de coleta por imagem leva poucos minutos, ou seja, sobre tempo para dedicar a outras atividades estratégicas.

  • Coletar volume maior de informações

Por ser automatizado, o volume de dados que é coletado é muito maior do que quando feito manualmente.

  • Gerar dados mais precisos

Além de gerar informações de forma mais rápida, os dados coletados são muito mais precisos, já que são gerados a partir de Inteligência Artificial.

  • Tornar a operação mais eficiente

Por ter um grande volume de dados enviado em tempo real pela equipe de campo, o time de trade marketing da indústria  pode criar estratégias cada vez melhores, pensando em soluções de acordo com o que for melhor para a marca, aumentando as vendas. 

  • Analisar a concorrência

Como esses softwares também coletam dados da concorrência, essas informações tornam-se úteis para entender como está a presença dos competidores na prateleira, e também analisar a ruptura e quais ações promocionais estão fazendo. 

Transformando fotos de produtos na gôndola em dados precisos com o Reconhecimento por Imagem

Desenvolvido pela Involves, o Involves Stage é uma solução que conta com  Reconhecimento por Imagem e que permite que as empresas tenham informações precisas do que acontece no campo, a partir de imagens tiradas das gôndolas. 

A partir das fotos, a Inteligência Artificial faz uma varredura, trazendo dados importantes que ajudam a equipe interna.

>> Reconhecimento por imagem na prática: o case de sucesso da Danone Nutrícia

Com apenas uma imagem, é possível:

  • Ter mais de 10 indicadores;
  • Reduzir o tempo de coleta de informações 15 para 2 minutos;
  • Contar com uma tecnologia que processa mais de 700 mil fotos/mês dos clientes;
  • Controlar e monitorar a ruptura em tempo real;
  • Acessar indicadores de todas as categorias, com visão detalhada por SKU.

Dados orientam a tomada de decisões e utilizar a tecnologia como aliada potencializa esses processos. Portanto, quando pensar em sortimento de produtos e gestão de PDV, use a Inteligência Artificial a seu favor!

[eBook] Definir sortimento de produtos: como ter sucesso no PDV

Na dúvida de como definir o sortimento de produtos? Faça o download do nosso eBook gratuito e acesse o conteúdo especial feito pelos nossos especialistas!

[Club PT] CTA eBook Sortimento de produtos

Quer ter acesso a conteúdos exclusivos?

Inscreva-se para receber por e-mail e em primeira mão conteúdos sobre Trade Marketing e Varejo

Conheça o Involves Stage: a solução de trade marketing

Uma ferramenta completa para execução, gestão e inteligência da sua operação.

Saber mais

Inteligência artificial para o varejo com Involves Doors

Controle o abastecimento, minimize perdas e aumente o faturamento das suas lojas.

Agendar demo

Tudo sobre Varejo

Ver todos arrow_forward