Reconhecimento por Imagem para revolucionar seu PDV

Criado em 17 de março 6 min(s) de leitura

Última atualização em: 26 de janeiro de 2023, às 1:42 pm

Como o Reconhecimento por Imagem pode revolucionar seu PDV Involves Stage

É tarde de sábado. Imagine que você abre a geladeira, observa e logo conclui: hora de ir ao supermercado. Leite, manteiga, pão, verduras, suco. A lista aumenta ao incluir outros itens, como amaciante, papel higiênico e shampoo

Passando pelas gôndolas, você desenha um trajeto mental de acordo com a localização de cada produto na loja. Fim da caminhada, carrinho cheio e você está satisfeito (a) com suas compras e os produtos selecionados.

Aos olhos da maioria das pessoas, essa é uma situação simples e corriqueira. Para quem atua na área de trade marketing, porém, essa jornada envolve um fator indispensável para que você tenha uma experiência de compra de qualidade: o gerenciamento de categorias.

O gerenciamento de categorias, ou GC, é um processo que surge da conexão entre indústria e varejo, com o objetivo de mapear, identificar melhores categorias de produtos no PDV e evitar rupturas. Tudo isso para estruturar uma experiência de compra mais fluida ao shopper e mais lucrativa ao varejo e indústria

Hoje vamos ajudar você a entender melhor o processo de gerenciamento de categorias, além de mostrar como a tecnologia de reconhecimento por imagem no PDV tem criado novas e imprescindíveis possibilidades nessa área.

Desenhando o mapa para o Reconhecimento por Imagem

Aqui no blog já falamos sobre o conceito da Loja Perfeita. Uma estratégia de execução que te ajuda a fornecer uma jornada mais prática, dinâmica e rápida para o shopper, gerando mais conversões e um ticket médio maior do que concorrentes que não fazem uso dessa estratégia.

O gerenciamento de categorias é uma das técnicas utilizadas no merchandising de um ponto de venda, que auxilia na otimização dos custos ao apresentar melhores opções e condições de execução no PDV. Uma parte fundamental para alcançar uma Loja Perfeita

Nesse sentido, uma das estruturas básicas para trabalhar essa técnica de GC é pelos seguintes tipos de categorias: 

  • Destino

O produto “chefe” da loja. Os pães de uma padaria, os medicamentos  de uma farmácia  ou a seleção de vinhos daquele supermercado. Essa categoria tem mais destaque pois é a razão principal da visita dos shoppers

  • Rotina

Produtos que fazem parte do dia a dia. Os famosos commodities, que compõem a grande maioria das compras no varejo. Arroz, papel higiênico e água entram aqui.

  • Ocasionais

Ovos de páscoa, panetones, perus de Natal. Aqui está tudo que envolve fluxos sazonais, associados a datas comemorativas ou períodos específicos do ano.

  • Conveniência

Nesta categoria estão os produtos que satisfazem desejos pontuais: salgadinhos, bebidas, lanches… É dessa forma que a loja se torna mais completa e atende ao shopper de forma abrangente.

A partir disso, novas subdivisões podem ser feitas. Limpeza, eletrodomésticos, enlatados, congelados… O varejo supermercadista convive, mais do que qualquer outra área, com uma ampla gama de produtos. Assim, identificar com agilidade o que seria mais adequado a cada PDV e situação pode se tornar um grande desafio.

A boa notícia é que é possível contar com a ajuda da tecnologia do Reconhecimento por Imagem no PDV para fazer um gerenciamento por categorias com precisão. 

Inteligência Artificial para encontrar os tesouros

Tradicionalmente, o trabalho de avaliação das gôndolas era feito de forma manual. Olhar cada produto, fazer a contagem dos SKUs, gerar dados, repassar aos setores responsáveis na indústria. É um processo que exige muita atenção e, dependendo das dimensões da loja, um tempo considerável que pode resultar em erros e prejuízos.

Muitas vezes, esses aspectos causam demora na tomada de decisões. Além do tempo de análise do PDV, os insights dessa fase precisam chegar até a equipe de backoffice e à diretoria da indústria. Um percurso que pode significar a perda de grandes oportunidades.

Como, então, encontrar caminhos mais curtos?

Uma inteligência artificial que identifica, classifica e distingue imagens, desde expressões faciais até embalagens de produtos. Assim é a tecnologia de reconhecimento por imagem, capaz de analisar e categorizar características de diferentes objetos. É sobre ela que vamos falar agora.

A história de sucesso da Danone: 80% a mais na produtividade das equipes de campo

Um grande portfólio de produtos, com marcas presentes nos maiores varejistas do Brasil. A Danone é referência em trade marketing no país, o que significa também estar atenta às novas tecnologias do mercado. Foi assim que a empresa descobriu a ferramenta de Reconhecimento por Imagem.

A equipe de campo da Danone passou a analisar os PDVs usando a câmera do celular junto a um software de inteligência artificial criado pela Involves. O aplicativo mapeia diferentes aspectos como indicadores de preço; presença (ruptura, quantidade de produtos); monitoramento de concorrentes; share of shelf – seja por frentes da própria marca, da categoria ou concorrentes –; e validação da execução a partir do planograma e da posição ou identificação da categoria.

Quer saber mais sobre planograma? Comece aqui.

“Nós não conseguíamos coletar todos os dados necessários por causa do tempo em loja. Precisávamos focar na experiência dos shoppers e, por isso, a gente escolhia alguns itens mais importantes. Agora, com a ferramenta da Involves, é possível coletar tudo o que precisamos” Guilherme Mendes, Head de Merchandising da Danone Nutricia

Os resultados? O tempo de pesquisa da equipe de campo caiu de 20 para 5 minutos em cada PDV. Se antes era necessário fazer tudo à mão, com o reconhecimento por imagem basta fazer uma foto usando o aplicativo. A inteligência artificial transforma as fotos de gôndola em dados, que já ficam disponíveis para toda a equipe.

> Confira essa história de sucesso completa aqui

Reconhecimento por Imagem na Cosnova: mais tempo, produtividade e sell-out

A Cosnova Beauty, multinacional alemã de cosméticos que chegou no Brasil em 2018, apresenta seus produtos em e-commerce, perfumarias e lojas de departamento. Para acompanhar todos esses canais, a marca enxergou na inteligência artificial da Involves uma ferramenta essencial.

Mesmo produtos com dimensões pequenas – como batons e esmaltes – são corretamente identificados e sua presença no PDV otimizada. Tudo isso feito em com agilidade, bastando um clique com a câmera do celular que resulta em mais de 10 indicadores com apenas 1 foto.

Com informações organizadas e padronizadas, a equipe comercial tem acesso aos dados em tempo real. Surgem então novas possibilidades, como comparar os dados de cada PDV e negociar melhor com as lojas em casos de ruptura.

“O fato de estar tudo na nuvem facilita a vida. Hoje é comum o compartilhamento de dados pelo whatsapp e outros tipos de app. Trabalhar assim exigiria que alguém trabalhasse a foto, abrisse, analisasse… Toda essa automação poupa muito tempo e ajuda a equipe comercial a ser mais eficiente na negociação dos pedidos. Além da facilidade de armazenar todo o histórico, entender a evolução e conseguir agregar mais valor e atenção em redes de clientes” Moisés de Mello Silva, Head de Trade e Vendas da Cosnova Brasil

Reconhecimento por Imagem para aumentar suas vendas no PDV

Um aspecto interessante nessas histórias  de sucesso é uma natural padronização dos PDVs das  indústrias. Considerando que o aplicativo de Reconhecimento por Imagem identifica características similares, as equipes de campo percebem que manter um modelo padrão de PDV facilita o trabalho de todos.

Mesmo que as linhas de produtos mudem com certa frequência, como acontece na área de cosméticos, o software rapidamente identifica os novos SKUs. Mantendo-se um mesmo modelo de display no PDV, o trabalho da inteligência artificial é facilitado.

O Reconhecimento por Imagem em 3 passos Involves Stage

Além disso, com apenas uma foto da gôndola é possível obter muita informação sobre como os shoppers estão vendo cada produto. Identificando os hábitos de compra, a indústria pode se programar e apostar em categorias de produtos mais adequadas a cada perfil de consumidor.

O varejo é um campo onde esse tipo de análise pode garantir o sucesso de um produto. A gôndola é onde o processo de compra se define e, quando o shopper tem uma experiência mais agradável e fluída, as chances de venda aumentam consideravelmente.

O passo a passo para uma Loja Perfeita

Se você chegou até aqui, não há dúvidas sobre seu interesse em melhorar o trabalho da sua operação. Para alcançar esse objetivo, nossa experiência diz o seguinte: comece focando em partes específicas, uma por uma, ao invés de querer transformar tudo de uma só vez.

O Reconhecimento por Imagem no PDV fará toda a diferença no desempenho das equipes de campo. Essa parte importantíssima do trade marketing, quando bem feita, gera resultados que influenciam toda a empresa. Colaboradores se sentem capazes e bem equipados, gestores recebem dados mais precisos e shoppers têm uma jornada de compra agradável.

Também acredita nesse potencial de evolução? Preparamos um material completo e prático para você. O mapa do tesouro, para você saber mais sobre:

  • Como a inteligência artificial revoluciona a análise do PDV?
  • Combinando dados para vender mais
  • Os 4 pilares básicos de Loja Perfeita

Acesse o link e descubra o caminho para obter os melhores resultados no trade marketing! 

Impulsione vendas com Loja Perfeita e Reconhecimento por Imagens Involves Stage

Quer ter acesso a conteúdos exclusivos?

Inscreva-se para receber por e-mail e em primeira mão conteúdos sobre Trade Marketing e Varejo

Teste de Título Publicidade 1

Um parágrafo sensacional para esta propaganda linda.

Reserve já :D

Siga meu canal :D

Aqui falamos de games e bitcoins

CTA chamativo

Soluções para o Varejo

Ver todos arrow_forward